O Rally Cerapió 2022 terminou para as motos com campeões de oito diferentes estados brasileiros. Válida pelo Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade (CBM), a prova contou com representantes do Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Gross, Paraná, Alagoas, Bahia, São Paulo e Ceará nas primeiras posições das 13 categorias. O último dia da 35ª edição do evento, que seria na sexta-feira (28/1), entre Parnaíba (PI) e Barreirinhas (MA), foi cancelado devido ao falecimento do piloto capixaba Daniel Santos, que participava da competição. Com isso, foram percorridos cerca de 900 quilômetros, em três dias de competição, entre Caucaia (CE), Jijoca de Jericoacoara (CE), Ubajara (CE) e Luís Correia (PI).

Na categoria Elite, que reúne os principais nomes da modalidade, Jomar Grecco (#2), do Espírito Santo, conquistou o bicampeonato consecutivo. “O Cerapió sempre tem essa estrutura gigante, um evento bem feito, organização impecável em todos os sentidos. A parte técnica sempre bem feita: roteiro, levantamento e planilha. Os três dias que valeram foram sensacionais com trilhas técnicas, muita navegação. Estou feliz com o bicampeonato. Esses dois títulos eram o que faltavam na minha carreira: o Piocerá conquistado no ano passado e agora o Cerapió. O rally não terminou do jeito que a gente queria, sendo interrompido por uma fatalidade. O off-road está em luto pela perda de um piloto”, ressalta.

Claudio Ferreira da Silva (#26), de Minas Gerais, foi o campeão da Graduado. “Quero parabenizar a organização pela prova técnica e muita trilha bacana. Uma pena o que aconteceu com o Daniel, mas tenho certeza que ele estava fazendo o que gostava. Estou muito feliz com esse título”, conta.

Na Dupla Graduado, Rogerio Toledo Filho (#201A), do Mato Grosso, e Gabriel Calçado (#201B), de Minas Gerais, venceram os três dias na categoria. “É o meu primeiro título no Cerapió. Em 2020, escapou por pouco devido a uma quebra mecânica. Vencer essa prova é algo que eu almejo desde a minha primeira participação. No ano passado treinei bastante para competir em 2022 nas duplas. Tivemos a felicidade de saímos como campeões, o que é motivo de muita alegria e felicidade”, destaca Filho. “Este é o meu terceiro Cerapió/Piocerá. Ano passado fiquei em quarto lugar na Graduado. Andamos bem, tivemos uma boa sintonia e não cometemos erros. Ano que vem estaremos juntos novamente”, completa Calçado.

Pela categoria Brasil, destinada às motos de fabricação nacional, Tiago Wernersbach (#53), do Espírito Santo, vice-campeão de 2021, levou seu primeiro título da competição. “Estou muito feliz, pena que, infelizmente, não terminou do jeito esperado. Meus sentimentos a família e amigos do meu conterrâneo. Agora é focar para as próximas competições”, diz. Na Over 40, o primeiro lugar na classificação ficou com Leonnardo Nannetti (#39), de Minas Gerais.

Um dos campeões do Paraná desta edição, Claudio Hiert (#61) levou a melhor na Over 45. “O Cerapió é um evento diferenciado dos demais que a gente faz e compete. O condicionamento físico é essencial para uma prova como essa. Foram três dias muito acirrados, consegui manter meu ritmo e minha meta. Ano que vem estarei de volta”, evidencia.
Victor Wanderley (#115), de Alagoas, que conquistou em 2021 o título da Dupla Novato ao lado do pai, neste ano encarou a Intermediária e foi campeão. “Esse título representa para mim muita superação. Me esforcei muito durante todo o ano para conseguir terminar a prova em busca de um pódio, independente da colocação. Tudo superou minhas expectativas”, revela.

Também da região Nordeste, só que do estado da Bahia, Roberlan Checon (#74) venceu a Over 50. “Participar do Cerapió é a realização de um sonho. Também queria conquista um pódio, mas no decorrer da prova, vi que dava para buscar o título. Têm muitos pilotos consagrados do Brasil nessa categoria, sorte que abri vantagem nos dois primeiros dias de prova”, comenta.

Péricles Dutra, do Paraná, conquistou mais um título do Cerapió, agora na Over 55. “Gostei bastante das etapas de um modo geral, principalmente do do segundo e terceiro dias. A prova tem que ter dificuldade para medir os pilotos”, avalia. George Parik, de São Paulo, levou o título da Over 60. “Essa é a minha terceira vez no Cerapió. Nas duas primeiras, fiquei com o vice. Neste ano estava bem preparado e não tive nenhum imprevisto maior”, conta.

Entre os Novatos, o troféu de campeão foi para José Francisco Ferreira Junior, o “Junior 230” (#147), de Minas Gerais. Convidado para participar do Cerapió 2022, o influenciador e dono de um movimentado canal off-road no YouTube e nas redes sociais venceu a categoria. “Foi uma experiência sensacional. Muito feliz em ter participado, vim com uma expectativa muito alta em relação ao evento, mas superou ainda mais. Infelizmente tivemos uma fatalidade no penúltimo dia. Meus sentimentos para a família do Daniel”, solidariza-se.

Pela Dupla Novato, Luiz Cavalcante Ferreira (#212B) e Marcus Silveira (#212A), do Ceará, foram os campeões. “Há muitos anos sonhávamos em participar desse que é o maior rally de regularidade das Américas. Sabíamos que ia ser muito difícil, mas conseguimos sair com esse título. Foi uma experiência incrível que pretendemos tentar repetir nos próximos anos”, planeja Teixeira. “Anos atrás tive o prazer de estar em uma largada do Cerapio e decidi que um dia iria participar. Este ano a oportunidade chegou e logo no ano de estreia, consegui ser campeão. Parabéns a organização que fez um evento perfeito, a nossa equipe de apoio que fez um trabalho incrível e agradecer o apoio dos familiares e amigos”, finaliza.

Além das categorias de enduro, a competição conta com a Moto Rally para competidores que realizam o percurso dos carros, quadriciclos e UTVs. O campeão foi Thiago Alves Feitosa (#150).

O Rally Cerapió 2022 tem patrocínio do Ministério do Turismo Monster, Governo do Estado do Maranhão/Sedel, Governo do Estado do Piauí/CCOM, Governo do Estado do Ceará/Setur; copatrocínio do Consórcio Honda, Goodyear e Sebrae. O evento conta também com apoio da Reron, Prefeitura de Caucaia (CE), Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara (CE), Prefeitura de Barreirinhas (MA) e colaboração da Água Limpa, Audax, Sesc, ITTNET, Prefeitura de Ubajara (CE), Prefeitura de Parnaíba (PI) e Prefeitura de Paulino Neves (MA). A supervisão é das Confederações Brasileiras de Automobilismo (CBA) e Motociclismo (CBM), além das Federações Cearense, Maranhense e Piauiense de Automobilismo, Motociclismo e Ciclismo. A realização é da Radical Produções.

Texto: Carol Yada
 

Resultados Final Motos - Rally Cerapió 2022

Elite (cinco primeiros)

1º Jomar Grecco #2 - Domingos Martins (ES) – 69 pontos

2º Luciano Vasconcelos Paiva #9 - Sete Lagoas (MG) – 67 pontos

3º Emerson Loth “Bomba” #1 – Curitiba (PR) – 60 pontos

4º Guilherme Cascaes #3 – Tubarão (SC) – 50 pontos

5º Thales Brito #7 – Três Pontas (MG) – 48 pontos

 

Graduado (cinco primeiros)

1º Claudio Ferreira da Silva Jr #26 - Juiz de Fora (MG) – 55 pontos

2º Guilherme Viana Costa Tavares #15 - Palmas (TO) – 53 pontos

3º Vinicius Calafati Ribeiro #31 - Guariba (SP) – 51 pontos

4º Gustavo Ferraz #19 – Poços de Caldas (MG) – 49 pontos

5º Bruno Bonini #25 – Ouro Preto do Oeste (RO) – 48 pontos

 

Over 40 (cinco primeiros)

1º Leonnardo Nannetti #39 - Machado (MG) – 69 pontos

2º Jony Jachtchechen #42 Curitiba (PR) – 62 pontos

3º Lauro Rodolpho Soares Lopes #34 - Teresina (PI) – 61 pontos

4º Sandro Osmar Conci #36 - Fortaleza (CE) – 58 pontos

5º Alessandro Cota Viana #35 - Hernandarias (Paraguai) – 49 pontos

 

Dupla Graduado (cinco primeiros)

1º Rogerio Toledo Filho #201A / Gabriel Calçado #201B – Sorriso (MT) / Ubá (MG) - 75 pontos

2º Wenderson S. Duarte (Nenel) #205B / Saul Zakkour #205A - Rio de Janeiro (RJ) - 62 pontos

3º Marino Botta Alves #206B / José Carlos de Pádua #206A - São Sebastião do Paraíso (MG) - 58 pontos

4º Cidmar Oliveira #204B / Alexandre Negreiros #204A - Fortaleza (CE) - 56 pontos

5º Eduardo Kappaun #209B / Gustavo da Silva Ante #209A – Ji-Paraná (RO) - 49 pontos

 

Brasil (cinco primeiros)

1º Tiago Luiz Wernersbach #53 - Marechal Floriano (ES) – 72 pontos

2º Alex Nunes Azevedo  #52 - Lagoa da Prata (MG) – 65 pontos

3º Patrick Parry Carneiro #54 - Parnaíba (PI) – 60 pontos
4º Gilberto Sobreira Filho #49 - Palmas (TO) – 58 pontos

5º Gilmar Rodrigues Cipriano  #47 - Teresina (PI) – 48 pontos

 

Over 45 (cinco primeiros)

1º Claudio Hiert  #61 - Toledo (PR) – 70 pontos

2º Jesus Vicente Ribeiro  #70 - Patos de Minas (MG) – 56 pontos

3º Paulo Leandro Ferreira #64 – Foz do Iguaçu (PR) – 51 pontos

4º Alison Rodrigo Pereira Silva #72 - Lagoa da Prata (MG) – 50 pontos
5º Ricardo Gondim de Oliveira #59 – Fortaleza (CE) – 46 pontos

 

Intermediaria (cinco primeiros)

1º Victor Lopes Lins Wanderley #115 - União dos Palmares (AL) - 65 pontos

2º Dionizio Soares Godinho Neto #101 - Guaraciaba do Norte (CE) - 61 pontos

3º Daniel Ferreira de Paiva #102 – Guaraciaba do Norte (CE) - 55 pontos

4º Tiago Chaves Aires de Melo #109 - Luis Eduardo Magalhães (BA) - 54 pontos

5º Henilton Tavares Pinheiro #100 – Palmas (TO) - 49 pontos

 

Over 50 (cinco primeiros)

1º Roberlan Furlaneto Checon #74 - Porto Seguro (BA) - 72 pontos

2º Marcio Jose Miranda #88 - Lagoa da Prata (MG) - 64 pontos

3º Sandro Hoffmann #63 – Venda Nova do Imigrante (ES) – 56 pontos

4º Leildo Silva #79 - São José dos Campos (SP) - 53 pontos

5º Nereo Paludo #80 – Foz do Iguaçu (PR) - 45 pontos

 

Over 55 (cinco primeiros)

1º Péricles Dutra #93 - Londrina (PR) - 72 pontos

2º Jose Alberto Scheid #96 - Crissiumal (RS) - 63 pontos

3º Edson de Castro Maciel #62 - Lagoa da Prata (MG) – 60 pontos

4º Luiz Aizman #90 – Rio de Janeiro (RJ) - 44 pontos

5º Eduardo Miota Corona #95 - Suzano (SP) - 44 pontos

 

Over 60 (cinco primeiros)

1º George Parik #190 - Jandira (SP) - 70 pontos

2º Alvaro Sanguesa Weyne #187 - Fortaleza (CE) - 67 pontos

3º José Carmo Kasper #189 - Pinhalzinho (SC) - 60 pontos

4º Olinto Gominho Antunes Correia #188 - Fortaleza (CE) – 58 pontos

 

Novatos (cinco primeiros)

1º José Francisco Ferreira Junior #147 - Betim (MG) - 75 pontos

2º José Victor Costa Silva #144 - São Raimundo Nonato (PI) - 58 pontos

3º Douglas Jesus da Silva #146 - União dos Palmares (AL) - 48 pontos
4º Tarciso Gomes de Oliveira #126 - Belém (PA) - 47 pontos

5º Francisco Chagas Araújo #141 – Picos (PI) - 47 pontos

Duplas novato (cinco primeiros)

1º Luiz Cavalcante Silveira #212B / Marcus Silveira #212A / Redenção (CE) - 72 pontos

2º Caique Gomes Progenio #216B / José Carlos Rigamonte Filho #216A Tome-acu (PA) - 63 pontos

3º Valbertino Betino Guimarães #210B / Davi Mendes de Carvalho #210A - Picos (PI) - 58 pontos

4º Jardson Luz Santos #219A / Tiago Coelho Bezerra #219B - Picos (PI) – 56 pontos

5º Nilson José Alves #220A / Erick Henrique Alves #220B – Campos do Jordão (SP) - 46 pontos


Moto Rally (cinco primeiros)

1º Thiago Alves Feitosa #150 – Fortaleza (CE) - 209 pontos

2º Gustavo Aguillar Teixeira #174 - Teresina (PI) - 175 pontos

3º Marcio Fernandes da Silva #168 - São Raimundo Nonato (PI) - 158 pontos

4º Laercio Bezerra Filho #179 – São Luís (MA) - 154 pontos

5º Marcio Ribeiro Sousa #136 – São José de Ribamar (MA) – 136 pontos

 

Notícias mais recentes

05/05/2022
Rally Piocerá revela percurso para a prova de 2023
01/02/2022
Passagem do Rally Cerapió 2022 agita Jijoca de Jericoacoara (CE)
01/02/2022
Rally Cerapió 2022 agradece apoio de Caucaia (CE)
28/01/2022
Conheça os campeões das categorias carros, quadriciclos e UTVs do Rally Cerapió 2022
28/01/2022
Bikes: Saiba quem foram os 14 campeões do Rally Cerapió 2022