Muitas ainda são as potencialidades que os estados do Ceará e Piauí reservam para as provas de off-road. Na edição de 2018, a direção de prova do Cerapió buscou novos trechos que devem ser o ponto alto da terceira etapa. A equipe de levantamento descobriu mais uma destas rotas na região de Piracuruca (PI). A conferência de prova segue acontecendo nesta sexta-feira (08). 

O diretor-geral do Cerapió, Erhlich Cordão, antecipa que durante a terceira etapa, navegadores e pilotos precisarão estar bastante afinados. Os primeiros dos 170 quilômetros da terceira etapa, ao sair de Parnaíba (PI), vai relembrar uma das edições passadas do Cerapió, que deixou sua marca inovadora. 

"Vamos pegar trechos de areião, passamos pelos Tabuleiros Litorâneos e pegamos uma trilha usada na edição de 1996 quando fizemos um enduro noturno, saindo de Parnaíba indo à Teresina. Outra trilha muito legal será logo depois de Bom Princípio do Piauí, que passa por baixo de uma rede elétrica, com muita areia, médias altas que vão dar trabalho para acompanharem", destacou Erhlich Cordão. 

O trecho inédito para a edição de 2018 deve ser um dos destaques do terceiro dia e está localizado em uma fazenda particular da região de Piracuruca. " Nessa parte da prova as médias serão altas. Navegadores e pilotos terão trabalho ao passar por essa região de estradas raspadinhas", antecipa Cordão.

O coordenador da prova de moto, Edmilson Campos, acrescenta que o terceiro dia será uma etapa com menor grau de dificuldade, mas que envolve bastante técnica. "O grau de dificuldade vai estar nas médias horárias, com muita trilha or terras abandonadas, muitos laços e garanto que será uma boa a prova como um todo", destaca. 

Nesta quinta-feira (07) as equipes de direção de prova estiveram entre as cidades de Cocal da Estação (PI) e Campo Maior. Esta última integra o roteiro já do quarto dia de prova. 

Moradores de comunidades rurais e das zonas urbanas das cidades estão recebendo folhetos explicativos e educativos sobre o Cerapió. Um dos lemas do rally é o respeito à natureza. 


Rallyteca 
Outro trecho que o Cerapió volta a se fazer presente é no povoado Deserto, na região do município Cocal da Estação, por onde o rally passou na primeira edição, em 1987. 

Nesse ponto acontece uma das ações sociais do Projeto Rallyteca, que irá distribuir ao longo de todo o percurso da prova mais de 10 mil livros. Há quatro anos o rally tem levado conhecimento, descobertas literárias e fomento à leitura onde acesso a livros era algo raro, provando que nem só poeira é deixada quando as máquinas passam. 

O Cerapió abre a temporada off-road no Brasil. As inscrições seguem abertas até o dia 15 de janeiro. Em 2018, o rally conta com patrocínio da Caixa, co-patrocínio da Honda e do Governo do Estado do Piauí, e apoio da Audax e da Prefeitura de Teresina. 

Notícias mais recentes

14/11/2018
Presidente da CBM, Firmo Alves, confirma participação na Moto Turismo do Rally Piocerá 2019
02/11/2018
Cearense de Rally Team vem com 13 veículos para o Rally Piocerá 2019
26/10/2018
Prova de bikes do Rally Piocerá desafia atletas de diversas categorias
23/10/2018
Participantes de 21 estados mais o Distrito Federal já estão confirmados no Rally Piocerá 2019
10/10/2018
Começa o levantamento dos trechos do Rally Piocerá 2019