Gigi Athayde foi a primeira mulher a participar do Cerapió - Piocerá em 1989. Como na época só existia a modalidade moto, pois ela já mostrava que estava à frente de seu tempo. Depois dessa edição, ela voltou a competir no Rally Piocerá de 1991, Cerapió de 1992 e no Cerapió 2002.

Ela também fez parte da equipe do Cerapió de 1996 junto com o saudoso Arnoldo da Silveira Jr. Gigi, que era amiga de Arnoldo Jr, diz que foi uma grande iniciativa o evento homenagear o piloto, falecido em 2013, após um treino de quadriciclo nas dunas cearenses. A homenagem será a largada das motos, o ponto zero, no Posto Bandeira Branca, em Caucaia, no próximo dia 28, de propriedade do piloto e onde o seu corpo foi sepultado. Como ela não tem muitos registros de sua participação nessas edições, a piloto guarda ao menos registros dos troféus concedidos a ela, os quais guarda com carinho. 

Cerapió e um pouco de história, relembrando momentos importantes pelos competidores que já passaram pelo evento, mas nunca deixaram de ter o gostinho da saudade. Para quem não se lembra, a primeira edição foi em 1987, largando de Fortaleza-CE, com para final em Teresina-PI.

 


Ass. de Imprensa

Notícias mais recentes

21/01/2019
Disputas do Rally Piocerá 2019 começam nesta terça-feira (22/1)
20/01/2019
Programação desta segunda-feira (21/1) do Rally Piocerá 2019
20/01/2019
Equipes começam a chegar em Teresina para o Piocerá 2019
20/01/2019
Presente em todas as edições da prova de Bikes, ciclista de Fortaleza faz história no Piocerá/Cerapió
19/01/2019
Caravana do Rally Piocerá chega em Picos (PI) em 23 de janeiro