Algumas das principais equipes cearenses do Rally Piocerá 2015 já aguardam ansiosas e prometem fazer bonito na 28ª edição da maior prova de regularidade das Américas, que acontece em janeiro, entre os dias 27 e 30, passando por cidades do estado do Piauí e do próprio Ceará.

 

A largada será dada na capital Teresina (PI), com chegada em Beberibe (CE). Os pilotos já se preparam para enfrentar os vários desafios e obstáculos do circuito, mas também aguardam ansiosos para ver de pertinho as belezas naturais do interior do sertão nordestino. Os interessados em participar do evento têm até o dia 15 de janeiro para se inscrever pelo site oficial.

 

A equipe Cearense de Rally Team é uma das favoritas a fazer bonito e levantar muitos troféus no Rally Piocerá deste ano. Segundo José Aristóteles, fundador do time, eles melhoram a estrutura a cada ano. “No começo a gente ia sem conhecer direito como tudo funcionava, apanhávamos um pouco mesmo. Mas devido ao sucesso da equipe, hoje já temos 15 carros inscritos no Piocerá 2015. Contamos também com caminhão de apoio, sete mecânicos, chefe de equipe e tudo mais. Tem até churrasqueira”, fala.

 

Como a equipe Cearense de Rally Team tem quatro carros na categoria Graduados, quatro na Turismo e mais sete na Master, eles poderiam alcançar 13 lugares nos pódios em caso de uma ‘corrida perfeita’. Lembrando que os cinco melhores de cada categoria são premiados com troféus. “Essa é nossa meta: trazer 13 premiações. Eu estava até brincando com nosso grupo que os sete carros da Master não caberiam no pódio, pelo menos dois ficarão de fora”, brinca José. “Só que o mais importante de tudo é que a equipe é formada por amigos e irmãos, pessoas que a gente convive sempre. Todo mundo se conheceu a partir do rali e das corridas”.

 

Como não poderia deixar de ser, José Aristóteles também garantiu que está de olho em todas as novidades do Piocerá para poder orientar bem a sua equipe. Após análise do levantamento, ele disse não ter dúvidas de qual será o dia mais difícil. “O dia de maior dificuldade será o terceiro, eu acredito. Isso porque é o percurso mais longo e os carros já vêm com dois dias de desgaste. Por mais que a gente faça as revisões, a máquina vai se desgastando naturalmente. Isso sem contar os problemas que podem acontecer entre o próprio piloto e o navegador, às vezes até por conta de algum erro na corrida. Então é um dia em que a pessoa tem que estar muito bem psicologicamente”, diz.

 

A prova terá 1.069 quilômetros de muita adrenalina. Os pilotos precisarão atravessar o sertão nordestino entre os estados do Piauí e Ceará, se adaptando aos mais variados tipos de terreno e clima da região Nordeste do Brasil.

Notícias mais recentes

14/11/2018
Presidente da CBM, Firmo Alves, confirma participação na Moto Turismo do Rally Piocerá 2019
02/11/2018
Cearense de Rally Team vem com 13 veículos para o Rally Piocerá 2019
26/10/2018
Prova de bikes do Rally Piocerá desafia atletas de diversas categorias
23/10/2018
Participantes de 21 estados mais o Distrito Federal já estão confirmados no Rally Piocerá 2019
10/10/2018
Começa o levantamento dos trechos do Rally Piocerá 2019