Um é apaixonado pelo 4x4 ‘side by side’, que é o UTV; o outro é apaixonado por off-road não importa muito a modalidade, uma vez que já disputou provas em moto, carro 4x4 e quadriciclo. Assim, os dois amigos Anderson Gorgen, da cidade de Balsas, no Maranhão, e Audir Lages Neto, de Teresina, Piauí, resolveram juntar seus conhecimentos técnicos para formar pela primeira vez a dupla que pretende brigar por pódio no Rally Cerapió 2014

A dupla vai encarar a categoria graduado no segundo ano da modalidade, que teve estreia no Piocerá 2013. Ambos se conheceram devido a atividades profissionais voltadas ao agronegócio das famílias e a equipe, que só conta com os dois como competidores, é a Risa Rally Team. “Estamos focados e preparados, faremos o melhor”, disse Audir Neto. “Devido ao surgimento da categoria graduado, buscamos um navegador experiente e com gabarito para competir com os melhores do país”, explicou o piloto Anderson.

            “Como todo competidor, quanto piores os trechos e mais técnico o nível de navegação, melhor. Acredito que é muito semelhante à navegação, comparando com os carros”, destacou Audir Neto, lembrando que outra dificuldade que ele espera em relação aos 4x4 fechados é estar mais sujeito à chuva, lama e sol e ainda correndo o risco de molhar a planilha. O UTV é um veículo originário do quadriciclo e somente há uns três anos vêm despontando em competições off-road com mais intensidade.

Audir Lages Neto conta com a experiência de pelo menos 12 anos de treinos e competições no esporte, que começou a praticar em 2001. Experiência e muitos títulos, já que em 2011 ele subiu no lugar mais alto do pódio do Rally Piocerá na modalidade quadriciclo novato. No evento, o seu histórico de participações inclui ainda um 3º lugar na categoria carro expedição em 2008 e um 3º lugar na quadriciclo graduado, no Cerapió 2012. Em 2013, ele disputou novamente o Piocerá de carro graduado, como navegador do piloto Álvaro Oliveira Neto, pela equipe Cacique/Ipiranga, obtendo a 11ª colocação. Em 2012, foi campeão do Rally Transbahia de quadriciclo graduado e vice-campeão brasileiro na mesma categoria, a qual foi ainda campeão piauiense em 2011 e 2012 e campeão maranhense em 2011.

 

            O agora navegador disse que tem vontade de voltar a competir em grandes provas nos quadriciclos, mas faltam campeonatos na sua região.“Espero que um dia volte como era antes aqui no Piauí. Quadriciclo é muito show”.Quanto ao UTV, vai ser diferenciado, vamos ter muita areia e isso é ruim por conta do odômetro que temos que ficar ajustando o tempo todo, mas em compensação vamos passar por muitos lugares bonitos: praias, lagoas, etc”, considera Audir Neto.

            Na sua estreia em 2013, o piloto Anderson Gorgen ficou com a 5ª colocação com direito a troféu e comemoração, ao lado do navegador Hudson. Ele lembra do sufoco que foi encarar quatro longas etapas sem experiência em grandes ralis com seu UTV. “Tivemos a má sorte de nos envolver em um acidente no primeiro dia de prova, perdendo toda a pontuação e da segunda etapa do dia seguinte, por problemas  decorrente do acidente. Mas com uma equipe empenhada em chegar ao final, recuperamos o veículo e conseguimos completar o rali, que devido às circunstâncias, foi uma grande vitória para a equipe”, considera. 

            Anderson disse que escolheu a modalidade para praticar e se divertir na sua cidade porque é um veículo de alto desempenho. “O UTV possibilita ao piloto e ao navegador confiabilidade e segurança na prova. Nosso veículo é moderno e com várias modificações, estamos preparados para tudo. Eu volto para o evento por causa da organização e administração que, sem dúvida, faz do Cerapió e Piocerá um dos melhores ralis de regularidade do mundo”, disse o piloto, que optou pela escolha do modelo POLARIS RZR 1000. A dupla terá no apoio um caminhão e uma caminhonete, além de cinco pessoas, entre mecânicos e motoristas.

 

            O Rally Cerapió abre os campeonatos brasileiros de regularidade para carros 4x4, quadriciclos e motos e tem patrocínio da Caixa – Governo Federal; co patrocínio: Governo do Estado do Ceará, Governo do Estado do Maranhão, Governo do Estado do Piauí, Honda e Houston Bike; apoio: Michelin e Prefeitura de Fortaleza; colaboração: Shopping Iguatemi, UCI Cinemas, Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, Prefeitura de Viçosa do Ceará, Prefeitura de Tianguá, Prefeitura de Parnaíba e Prefeitura de Urbano Santos. Ação social: Ótica Jockey e Sesc. Parceiros: Sertão Games, Pag Contas, Vax transportes, Gran Solare Lençóis Resort e Lys Turismo. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo, Confederação Brasileira de Automobilismo e Confederação Brasileira de Ciclismo e das federações de Motociclismo do Piauí, Maranhão e do Ceará e federações de Ciclismo do Piauí, Maranhão e do Ceará.

Notícias mais recentes

14/11/2018
Presidente da CBM, Firmo Alves, confirma participação na Moto Turismo do Rally Piocerá 2019
02/11/2018
Cearense de Rally Team vem com 13 veículos para o Rally Piocerá 2019
26/10/2018
Prova de bikes do Rally Piocerá desafia atletas de diversas categorias
23/10/2018
Participantes de 21 estados mais o Distrito Federal já estão confirmados no Rally Piocerá 2019
10/10/2018
Começa o levantamento dos trechos do Rally Piocerá 2019